Milão e seus encantos

Por: Flávia Pires 11 setembro, 2014

Por Paula Siani, que conhece a cidade como ninguém!

Milão é uma cidade muito particular, a visão geral é a de que não tem nada demais. Com certeza, não pode ser comparada a Veneza, Roma ou Firenze. Mas eu, particularmente, amo. Devo ter sido Milanesa na última encarnação. Acho que vale a pena conhecer, sem muita expectativa. Com as dicas certas, pode ser uma cidade gostosa de curtir. É para fazer compras, ver gente chique e descolada, comer bem, ver exposições. É uma cidade mais no ritmo de São Paulo.Milão

A área mais conhecida da cidade é o “Quadrilatero d’oro”, região compreendida pela Via Della Spiga, Via Montenapoleone, Via Manzoni, Corso Venezia e Piazza San Babila, onde estão todas as lojas de grife que fazem a fama de Milão. Prada, Armani, Gucci, Missoni… e por aí vai! Na pausa das compras, não deixe de parar no Cafè Cova. Chique e tradicional. Um must para um café ou almoço.

O bairro de Brera é super animado e cheio de bares e restaurantes. Caminhando pela Via Borgonuovo, logo atrás do Empório Armani, na Via Manzoni, você chega em Brera. As ruas principais são a via Solferino, e também a Via Brera, onde fica a famosa Pinacoteca de Brera. A visita à Pinacoteca não é particularmente imperdível se você não for fã de pintura renascentista italiana. O bairro é gostoso, cheio de lojas charmosas e diferentes, de moda e decoração também. Fique até o fim do dia e curta o tradicional “aperitivo” (happy hour italiano) no Radetzky Cafè. Em Brera também pode-se chegar de metrô, linha verde paradas Brera ou Moscova.Milão

O Corso(rua) Como, ali pertinho, onde fica a famosa loja 10 Corso Como, também é animado. É uma rua larga, de pedestres. Do lado direito para quem vem de Brera tem uma porta despretensiosa, onde fica a loja.Milão

10 Corso Como é uma loja cara e sofisticada, mas não deixe de entrar, nem que seja apenas para olhar. E sentar no café/restaurante, que é ótimo! Na minha opinião, é uma loja obrigatória em Milão.Milão

Na Piazza XXV Aprile, que fica entre o bairro de Brera e o Corso Como, há duas lojas imperdíveis: a High Tech, que tem de tudo, desde papelaria, utensílios para cozinha, cama, mesa, banho, objetos da Alessi, até roupas e acessórios, tudo acessível e super legal; e o Eataly, já conhecida dos frequentadores de NY.Milão

Os pontos turísticos básicos são o Duomo, Galleria Vittorio Emanuele II, Teatro Alla Scala, Castello Sforzesco, Santa Maria delle Grazie (onde está a Última Ceia) e Parco Sempione.

O Duomo é lindo, com sua fachada gótica que parece uma renda. Não deixe de observar a pequena estátua dourada da Madona que se eleva no mais alto pináculo da catedral, chamada carinhosamente de “Madonina”. Até 2014 não havia na cidade nenhum edifício que superasse a altura da pequena Madona.Milão

A Galleria Vittorio Emanuele II tem um lindo teto, cafés tradicionais, e a primeira loja da Prada. Na frente dela, no chão, o desenho de um touro, onde, diz a lenda, você tem que firmar seu calcanhar direito sobre as “bolas” do animal, e girar 3 vezes no sentido horário. Isso fará com que você volte à cidade. Eu sempre faço isso e sempre retorno! Há frequentemente turistas em volta do touro, e as bolas não existem mais, apenas um buraco em seu lugar!Milão

O Teatro alla Scala fica logo atrás da Galleria Vittorio Emanuelle, no início da Via Manzoni. Sua fachada discreta não impressiona, mas para quem gosta de ópera, vale a pena tentar um last minute ticket para ver algum espetáculo. Eu consegui e achei maravilhoso! Ou programar-se com antecedência, claro!teatro alla Scala

Para ver a Última Ceia na Igreja de Santa Maria delle Grazie, deve-se fazer reserva antes. Dificilmente consegue-se chegar lá e entrar, às vezes há semanas de espera. Tel: 02 92800360 www.cenacolovinciano.orgMilão

Finalmente, Castello Sforzesco e Parco Sempione. Acho legal sair caminhando da Piazza Duomo pela Via Mercanti, até a Piazza Cordusio. Siga pela Via Dante, uma avenida de pedestres, na qual já se avista o Castelo ao fundo. No castelo há vários museus.Milão

Atravessando o Castelo, há o Parco Sempione. Eu adoro andar pelo parque!BrancaParque

Alinhado com o castelo, do outro lado do parque, está o Arco della Pace, presente de Napoleão. No parque também há a Triennale, um museu que sempre tem alguma mostra super legal.Milão

Se quiser ver Milão do alto, suba na Torre Branca, logo ao lado da Triennale. Mas só compensa se o dia estiver claro e ensolarado.Milão

Finalmente, quem vai a Milão não pode deixar de entrar na loja de departamentos italiana La Rinascente. A de Milão é a mais legal que eu conheço, entre todas as Rinascentes que eu fui na Itália. Mas merecem destaque o subsolo e o último andar. O subsolo é o Design Supermarket, que me leva à loucura, mas que pode ser divertido para qualquer um, vale a pena olhar! O último andar é o Mercado Gourmet, com todo o tipo de produtos de origem italiana para você se esbaldar! Uma delícia! É gostoso almoçar em um dos restaurantes do Mercado Gourmet. Tem o Obika Mozzarella Bar, o Il Bar, e mais uns 2 ou 3 restaurantes. Todos são uma ótima pedida, para almoço ou para jantar depois de um dia de compras, e dá para sentar no terraço e admirar o Duomo. Adoro!!! Este andar está sempre aberto, mesmo quando a loja está fechada, e tem acesso direto por elevadores nas ruas laterais da loja.Milão

BARES E RESTAURANTES:

O Bar do Hotel Bulgari é o mais sofisticado e concorrido de Milão.Milão

Osteria La Voliera Ótima comida, e ambiente agradabilíssimo ! Fica na Via Crema,17.Osteria

Trattoria Bagutta – na Via Bagutta, uma delicia para almoço ou jantar, bem no meio do Quadrilatero D’Oro.Milão

Restaurante Ratanà – bem legal, despojado mas sofisticado, com boa comida.Milão Peck – tipo um Empório Santa Maria, bom para comprar e comer. Perto do Duomo.Milão

Almoce um panini em um dos cafés da Via Dante.Milão

Experimente um sorvete da GROM, na Via Santa Margherita, continuação da Via Manzoni, vindo da Montenapoleone em direção à Piazza Duomo.Grom

Navigli(canal) é um local cheio de restaurantes. Acho que é uma boa opção para jantar ou almoço, principalmente no verão. Aqui estão duas sugestões:

Casa Borella – Alzaia Naviglio Grande, 8 – tel +39 02 89400407

Officina 12 – Alzaia Naviglio Grande, 12 – tel 02 89422261Naviglio

O primeiro é melhor e mais concorrido. Mas há vários outros restaurantes, inclusive cantinas. Para chegar ao Navigli, pegue o metro, linha verde, e desça em Porta Genova. Você chega ao canal pela Via Casale.

Restaurante Nobu: no Empório Armani, na Via Manzoni. Dispensa apresentações.Nobu milano

Ceresio 7 Restaurante/bar dos donos da Dsquared2, abriu logo após a semana da moda, em setembro de 2013, e está sempre lotado, badaladíssimo! Fica no último andar dos headquarters da Dsquared2, na Via Ceresio. Ceresio7 Pools & Restau­rant: Via Cere­sio 7. Tel: +39 02 31039221 [email protected]Ceresio 7

Cracco : considerado o melhor restaurante de Milão, duas estrelas Michelin. Excelente comida, principalmente os risotos. Ambiente agradável e moderno, mas formal. Via Victor Hugo, 4. tel +39 02 876774.Cracco

Ristorante da Giacomo: italiano tradicional e simpático, com excelente comida. Da Giacomo Milano

 Da Giacomo Bistrot: do mesmo dono do anterior, super charmoso, comida francesa. Via Pasquale Sottocorno, 6 Tel: +39 02 760 22653.Bistrot Da giacomo

Giacomo Arengario: o restaurante mais recente do Giacomo, aberto em 2014 na Piazza Duomo. Vale a pena reservar uma mesa com vista para a praça.Giacomo Arengario

Fotos reprodução.