Lapinha SPA, o paraíso do detox

Por: Flávia Pires 20 novembro, 2018

 

 

 

Qual foi a última vez que você parou para sentir o perfume das rosas em um imenso roseiral e ouviu o canto dos pássaros por minutos a fio sem se dar conta do tempo?

Fazia tempo que eu não me entregava ao prazer de desfrutar do silêncio e apreciar a natureza em sua forma mais primária. A correria do dia -a -dia e o ritmo frenético em que estamos vivendo, acabamos por nos afastar de momentos de total relaxamento e apreciação do entorno.

Te faço um convite a viver comigo uma semana de detox e entrega no Lapinha SPA! Há muito tempo eu queria conhecer esse lugar tão especial e que muitos amigos me falavam que era a minha cara e que não tinha como não amar! BINGO! Eles acertaram em cheio!

O Lapinha SPA fica a uma hora e meia do aeroporto de Curitiba, bem rapidinho, por uma estrada ótima. O transfer da clínica te busca com toda segurança e conforto.

Logo na chegada fiz um tour pelo hotel para conhecer as instalações e a área de 550 hectares, enorme e super bem cuidada. Já fiz uma consulta inicial com um médico, uma nutricionista, agendei a coleta de sangue e fiz a pesagem e medidas. Uma equipe de alto nível e muito bem preparada me atendeu com muito carinho. Aliás, todos aqui na Lapinha são de um comprometimento único. Carinhosos até não poder mais, sempre com um sorriso no rosto. Uma grande família unida em prol da saúde e bem estar!

Um lago chama a atenção pela tranqüilidade e paz nestas águas calmas e paradas.

A história da Lapinha começou há 46 anos quando sua fundadora e visionária Margarida Borchschein Langer comprou esta propriedade e aqui montou uma clínica de tratamento, após sofrer com um sério problema gástrico e que na época, foi tratar-se na Europa em clínicas naturalistas e voltou de lá encantada com o que viu. Uma verdadeira ousadia, já que na década de 70 estes tratamentos considerados “alternativos” para a época não eram muito bem vistos e aceitos. Margarida prezava pelo consumo de produtos frescos, livres de produtos químicos e agrotóxicos e ao encontrar essas terras na cidade de Lapa em Curitiba com muito verde e água em abundância, por conta de um lençol freático abundante, viu ali seu sonho crescer. O mais incrível é que ela já passava dos 60 anos quando idealizou e realizou o projeto. Hoje são a terceira e a quarta geração que estão no comando da Lapinha, sempre trazendo o que há de mais moderno e avançado para a clínica, mas sem perder jamais o conceito inicial implantado pela pioneira.

Através de alimentos saudáveis e em solo 100% preparado e livre de químicos, é possível reconstruir o sistema imunológico por meio de uma alimentação saudável, hábitos de vida e alimentares reeducados. Esse é o grande desafio da Lapinha, fazer com que seus hóspedes adquiram esses hábitos e o façam ao sair daqui. Uma série de palestras ao longo da semana onde diversos temas são abordados, como nutrição, exercício, aulas de culinária, encontro com médicos e especialistas te fazem ter uma percepção e esclarecimentos fundamentais para esta mudança. Fiz também um passeio muito especial pela horta orgânica, um verdadeiro paraíso das verduras e legumes livres de agrotóxicos. Uma queijaria e um galinheiro também estão aqui na fazenda abastecendo todo o restaurante da Lapinha.

Alcachofras perfeitas

Plantação de morangos

Comendo direto do pé

Suculentos e puríssimos

A Lapinha segue a dieta ovolactovegetariana. Pratos coloridos com uma apresentação impecável, onde você come com os olhos. O cardápio aqui é personalizado ao gosto e necessidade do hóspede. Eu optei por uma dieta de 1.100 calorias, sem lácteos e não senti fome em momento algum. Tudo é muito equilibrado e saboroso.

Buffet de saladas somente às sextas feiras

Salada de entrada

Feijoadinha vegana de prato principal

A desintoxicação profunda é também feita aqui com a certificação internacional da terapia Mayr-Kur, criada na Áustria e é excelente para quem quer tratar enxaqueca, depressão, pressão alta, diabetes e obesidade. Mas a Lapinha não é somente para quem quer perder peso ou modificar alguns hábitos. É também para descansar, se cuidar, ficar em silêncio e dar aquela pausa na correria. Foi o meu caso. Eu já me alimento super bem, estou no meu peso, mas queria descansar por uma semana, comer bem, dormir e me cuidar com o extenso cardápio de tratamentos oferecidos pelo SPA. Desde terapias com águas (destaque para a Watsu, Subaquática e Kneipp), massagens de todos os tipos (Shiatsu, Liberação Muscular, Tailandesa, Pedras quentes, Bambu, Tuiná) é um mundo de atividades que te convidam ao bem estar. Cabelereiro com diversos tratamentos para o cabelo e estética. Fiz também tratamentos de pele como Peeling de Diamante e Máscaras de Vitamina C. Um deleite!

 

A área onde acontecem os tratamentos é também de descanso entre uma atividade e outra. Um chá bem quentinho e uma espreguiçadeira para contemplar a vista linda.

Área de descanso

Kneipp

Intercalando água quente e fria, excelente para circulação e equilíbrio da temperatura do corpo.

Sala de massagem Tailandesa

As piscinas são aquecidas, tanto a interna como a externa, e ali você passa horas a fio curtindo um solzinho ou uma hidroginástica.

Piscina interna para fazer a terapia Watsu

Saunas ligadas o tempo todo para ajudar no detox!

A academia é bem equipada e eu treinei todos os dias! Mantive minha série firme e forte! E esta semana que eu escolhi vir ao Lapinha, foi escolhida a dedo, por ser a Semana do Caminhador. Um programa de 7 dias com média de 20 km por dia por trilhas lindas da região!

Os quartos foram reformados recentemente e oferecem conforto na medida certa. A ideia é que você fique no quarto apenas para dormir e desfrute das belíssimas paisagens e áreas comuns do hotel para descanso.

Sabe o que eu amei fazer aqui na Lapinha? Conhecer pessoas! Fiz um monte de amigos novos nas caminhadas e nas horas vagas! Uma turma super interessante, cada um com um propósito, mas que convertem em um único objetivo: qualidade de vida e envelhecer com saúde! A maioria são hóspedes antigos, “Pratas da Casa” como falam por aí, pessoas que frequentam a Lapinha há muito tempo e retornam de tempos em tempos para descansar, comer bem, se cuidar e desconectar. Foi um grande aprendizado esta semana aqui e com certeza em breve também me tornarei “Prata da Casa” porque com certeza voltarei, voltarei e voltarei!

Alguns selos importantíssimos da Lapinha, referência em Bem Estar e Hotelaria!

www.lapinha.com.br

Fotos Flavia Pires e divulgação