Menu

Amilla Fushi, um paraíso em Maldivas

Flavia Pires
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

As Ilhas Maldivas no Oceano Índico recebem por ano 7 milhões de turistas, um número bem impressionante. As ilhas possuem cerca de 200 hotéis e o maior desfio pra mim foi  escolher em qual deles me hospedar os 10 dias por lá. Levei em conta algumas coisas que considerei importantes até chegar ao incrível Amilla Fushi em Baa Atoll.

Eu fiz Rio- Dubai- Male voando Emirates, sempre minha primeira opção pra Ásia. Queria chegar ao hotel de hidroavião, eu amo vistas aéreas e essa era uma condição pra mim. Muitos hotéis estão mais próximos de Male, a capital de Maldivas e fazem o traslado de barco. Mas eu queria ver esses atóis de cima e me deparar com esta beleza de voo e o Amilla fica a 40 minutos de voo do aeroporto da capital. Chegando em Male, o embarque foi rapidinho para o hidro, já havia um funcionário me aguardando e me ajudou a fazer o check in na Trans Maldivas Airways, empresa do hidroavião.

Trans Maldivian Airways

Como não se apaixonar logo de cara?

Verdadeiras jóias reluzentes no meio de um mar sem fim!

Muito impressionante a vista de cima!

O pouso foi impactante! O voo é bem suave, não balança nada. Único detalhe que recomendo é levar uma muda de roupa na mala de mão e trocar ao chegar no aeroporto de Male. O calor é grande e dentro do hidroavião é MUITO quente! A chegada ao Amilla é única! Assim que fomos recepcionados, nos avisaram que o Amilla tem um fuso horário diferente da capital com duas horas a mais, feito pelo próprio hotel para garantir que os hóspedes aproveitem mais o dia. Com este fuso, o dia amanhece por volta de 8:15 e escurece 20:15, assim podemos acordar com calma e jantar ao por do sol. Achei essa ideia GENIAL!!!!!

Caminhando pelo deck de chegada ao hotel

A cor da água é surreal!

Meus olhos vibraram!

Esse é o acesso às vilas over the sea:

A escolha por um hotel que fosse 100% sustentável era um desses pontos importantes na minha escolha. O Amilla tem apenas quatro anos e pertence a um grupo australiano bem ligado nisso. Toda a energia do hotel é gerada ali. Todo o lixo é reciclado e eles não usam embalagens plásticas, todas as amenities oferecidas são em potes de cerâmica. Os restos de comida são transformados em compostagem. A água mineral que tomamos no hotel são envasadas em garrafas de vidro e produzidas ali mesmo através do sistema de dessalinização da água do mar. Biólogos avaliam constantemente todo o ecosistemas da ilha e entorno. Sabonetes, shampoos e protetores solares utilizados aqui são biodegradáveis, não agride o oceano nem a fauna marinha. Enfim, um cuidado absurdo para gerar o mínimo possível de impacto ambiental.

Outro detalhe relevante: eu queria um hotel que oferecesse uma alta qualidade gastronômica e que tivesse bastante variedade de restaurantes para não enjoar, já que seriam muitos dias. Gostaria também que todos os restaurantes fossem a la carte, eu não gosto de buffet. O Amilla atendia todos estes quesitos, com 9 restaurantes, todos ultra bem cuidados e com um cardápio extenso e muito variado, cada um com sua especialidade. O chef franco-brasileiro Lucas Varin é quem comanda toda a cena gastronômica do hotel, com uma expertise de quem já trabalhou em dois restaurantes estrelas Michelin e hotéis renomados mundo afora. Eles tentam produzir o máximo de produtos na ilha: pães, massas, manteiga, geléias, iogurte, sorvetes, enfim… e todos os cardápios vem sinalizados com opções para veganos, glúten-free, etc… Os peixes e crustáceos são pescados ali mesmo e vão pra mesa ultra frescos.

Jantar no Fish & Chips

Almoço no Wellness Café

Almoço no Bazzar Bar

Jantar no Fish & Chips

Jantar no asiático Feeling Koi com esta vista sensacional

Sushi night no Feeling Koi

O café da manhã servido no restaurante Fresh é de capotar, com quatro ilhas repletas de gostosuras e muitas opções sem glúten também! Um cardápio a la carte com mil opções de ovos, crepes, waffles, smoothies e sucos diversos.

De comer com os olhos

Quatro ilhas com o que você imaginar em um café da manhã!

Tudo feito ali artesanalmente

Minhas escolhas sem glúten

Isso sem falar nos dois bares muito bem montados, com uma carta de drinks de cair o queixo. E ainda uma super adega com rótulos fantásticos para os amantes de bons vinhos!

Bar de Gin com os melhores rótulos do mundo

Happy Hour no 1 OAK, bar com uma vista deslumbrante!

Um outro detalhe que me chamou bastante a atenção e foi um grande diferencial, música ao vivo todos os dias no almoço e no jantar. Músicos de altíssimo nível cantando clássicos da música internacional, fazendo um fundo musical que jamais esquecerei, eu sou uma pessoa muito musical! Adoro um fundo musical de qualidade!

A piscina principal e área comum que a envolve é um cenário de filme. Sabe aquela paisagem perfeita?

O meu desejo era também de que o hotel fosse pequeno, o Amilla tem apenas 67 habitações e a ilha é bem grande, com várias prainhas praticamente particulares. Isso te dá uma sensação única de exclusividade, você esbarra muito pouco com os outros hóspedes.

Prainhas secretas

Cantinhos para relaxar

E a bicicleta é o meio de transporte usado por todos e eu amei isso, estar em movimento o tempo todo. Para aqueles que não curtem pedalar, o hotel oferece serviço nos carrinhos de golfe com motorista, basta chamar a qualquer hora.

Nossa vila privativa era enorme, com um terraço e uma piscina” de respeito” debruçada naquele azul de doer os olhos. As camas são enormes, com 2,70m de largura e os lençóis e travesseiros te abraçam. Walking closet e um banheiro fantástico completam o cenário paradisíaco.

Sala de estar

Recebidos com muitos mimos

Com direito à cartão do staff

Frigobar com cafeteira e máquina de chá

Uma cama gigante

Banheiro integrado com penteadeira e walking closet

Uma verdadeira sala de banho

Vista do nosso terraço privativo

Piscina enorme

Acesso ao mar por uma escadinha, ali eu mergulhava todos os dias ao acordar, que sonho! A cor da água da piscina se misturava com a do mar!

Água cristalina

Café da manhã no quarto foi uma das cenas mais incríveis da estadia, parecia um filme. O hotel tem um serviço impecável de buttler, simpáticos mordomos, e fomos atendidos pelo Gondo, um adorável local, mais educado e mais risonho impossível! Ele preparou tudo com tanto carinho nos mínimos detalhes pra gente e deixou montado no terraço.

Detalhes de carinho

A arte de surpreender o hóspede com detalhes

O SPA do hotel oferece tratamentos maravilhosos, um menu de opções de deixar qualquer fanático por tratamentos como eu de queixo caído. Tudo ali inserido na natureza exuberante que além do mar surreal, tem uma vegetação belíssima nos arredores da ilha.

Recepção do SPA totalmente integrado à natureza

Elementos naturais em madeira para não interferir no entorno

Produtos incríveis utilizados nos tratamentos

Salas de massagem para o casal

Serviço completo de cabelereiro

A academia era também um ponto importante da minha estadia, já que gosto de treinar todos os dias, ainda mais estando em um hotel com tantas opções incríveis de gastronomia! Queria aproveitar para comer e beber sem culpa! Ultra bem montada e com todos os equipamentos de última geração, foi perfeito treinar ali todos os dias pela manhã. E com um visual surreal de lindo! Aproveitei até para escrever uma matéria com algumas dicas que eu venho fazendo para manter a forma durante as viagens, vale a pena dar um confere, escrevi logo assim que voltei de Maldivas.

Fachada da academia anexa ao SPA

Treinar com esta vista!

O Amilla oferece muitos passeios opcionais pelos arredores da ilha: mergulhos sensacionais ( com equipamento ou snorkel) passeios de barco até bancos de areia, muitas opções de “brinquedinhos náuticos”, stand up paddle, caiaque e um cardápio que deixa qualquer um em movimento o tempo todo.

cada dia um ponto diferente de snorkel na ilha

A beleza do fundo do mar

SUP pelas águas cristalinas

O sol aqui deixa um bronzeado lindo!

Esse era o meu maior medo, meu marido é hiperativo e relutou em ir conhecer as Maldivas por receio de ficar muito parado. E ele amou a experiência, não paramos um minuto sequer e também descansamos e curtimos toda  a cena romântica que o lugar oferece. Jantares privativos inesquecíveis na praia e nos restaurantes!

Jantando literalmente na areia

Assistimos um por do sol mais lindo que o outro!

Brindamos todos os dias com essa luz maravilhosa!

Fomos visitar uma das 8 residências que ficam em uma praia com acesso exclusivo. São casas de 4, 6 e 8 quartos que acomodam famílias ou grupo de amigos. Todas com cozinha e serviço privativo. Sabe aquele lugar de sonho?

Fachada da residência de quatro quartos

Praia exclusiva da residência

Sala de estar

Sala de jantar

Os hóspedes das residências tem seu próprio carrinho e que charme!

Fizemos um day use no Finolhu, um outro hotel que pertence ao mesmo grupo e com uma pegada totalmente diferente, um estilo Beach Club, animado, DJ’s na piscina e festas à noite. Os hóspedes podem fazer este intercâmbio entre os hotéis. Gostei tanto da proposta que acabei cancelando a minha ida a um outro hotel em Maldivas e passei minhas três últimas noites lá! Isso eu vou contar em um próximo post!

A nossa última noite nos mudamos de suíte e fomos dormir na recém inaugurada ( nós fomos os primeiros hóspedes) a dormir na SKY HOUSE, uma vila privativa com uma bolha climatizada no terraço.

Sky House

Instalada em um terraço de uma vila privativa

Interior climatizado, bem geladinho

Todo conforto possível com música ambiente e tudo

Canapés e champagne nos aguardavam

Uma mesa linda onde seria servido o jantar

Tudo isso a beira de uma piscina cinematográfica

Um cenário inesquecível

A vila tem todo o conforto, dois super quartos, dois banheiros bem confortáveis e uma sala de estar. Estando na bolha, você usufrui de toda  estrutura da vila.

Sala de estar

Banheiro

O jantar foi preparado ali mesmo pelo chef Lucas e sua equipe, sob o céu estrelado e véspera de lua cheia, mais romântico impossível!

Sobremesa inacreditável, preparada ali na hora

O staff reunido com o chef, que jantar maravilhoso!

O amanhecer foi lindo, sensação de estar ao ar livre, mas com todo o conforto.

Fomos outra vez surpreendidos pelo café da manhã na nossa piscina com tudo o que temos direito! Quanto capricho do nosso querido Gondo!

Mais um café da manhã de cinema

Tudo delicioso

Mais detalhes dessa bandeja flutuante

O que levar na mala?

Muitos biquínis, saídas de praia (atenção: como eu andava o dia todo de bike, levei kaftans longos e não foram muito práticos, tinha que amarará-los para não prender na roda da bicicleta!) e levei apenas uma rasteirinha e um par de havaianas douradas, por fim, só usei a havaiana dia e noite, já que ia jantar de bike também, impossível usar salto, muito chão de areia pelos caminhos. Levei vestidos leves e fluidos para fim de tarde e noite.

A qualidade do serviço superou todas a minhas expectativas. Imaginem que são 360 funcionários para 67 habitações, isso torna tudo muito especial. Um staff 100% alinhado com o conceito do hotel, proporcionando aos seus hóspedes uma qualidade única de estadia. Fiquei realmente encantada por cada detalhe.

Não tenho palavras para descrever tudo o que eu vivi nestes dias aqui, pode parecer clichê, mas as Maldivas é destes lugares no mundo que você não pode deixar de conhecer!

www.amilla.mv

Fotos Flavia Pires, todos os direitos reservados.

 

Explore também:

Traduza