Menu

Cavernas de Yungang

Flavia Pires
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Escavadas em rochedos de arenito, as Cavernas de Yungang em Datong, situada ao sul da Mongólia interior e a 265 km a sudoeste de Pequim, constituem umas das mais famosas obras de arte budista na China. Por duas  vezes, a cidade foi capital dinástica: no governo das dinastias Wei Setentrional (386-534) e Liao (907-1125), ambas não chinesas.

O conjunto de mais de 51 mil estátuas foi iniciado pela dinastia Wei Setentrional, no ano 453, para compensar a perseguição ao budismo e teve grande parte restaurada em dinastias posteriores.

Influências da Grécia, Pérsia, Ásia Central e Índia são evidentes nas esculturas, o que confirma as influências que penetravam na China pela Rota da Seda.

Quando a capital mudou de Datong para Luoyang, em 494, o trabalho em Yungang não parou. As estátuas, cujo tamanho varia de colossal a diminuto, impressionam pela magnitude.

Não me contive em ajoelhar e agradecer a oportunidade de conhecer um lugar tão especial e único…

Fotos: Flavia Pires, todos os direitos reservados.

 

Explore também:

Traduza