Menu

Bukhara

Flavia Pires
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Depois de um longo dia de estrada, finalmente cheguei na tão famosa e esperada Bukhara, que significa “Cidade Da Sorte”. Com mais de 2.000 anos de história, foi importantíssima durante a Rota da Seda e uma das cidades mais respeitadas da civilização islâmica., situada no centro do oásis agrícola. Foi muito importante e adorada pelo Zoroatrismo, que considerava a cidade “Sagrada”. Tão sagrada, que os antigos costumavam usar um provérbio: “Se em todo o mundo a luz vem de cima, em Bukhara, ela sai da terra.”. Desde a Idade Média, a cidade foi lugar de sermões espirituais e sempre foi considerada assim ao longo dos séculos. Bukhara Bukhara

Logo na entrada da cidade, um enorme bazar já anunciava a fama das boas compras por lá!Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara

Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara BukharaBukharaBukhara Bukhara

Os famosos tapetes de Bukhara são realmente muito especiais. Séculos de tradição fazem deste trabalho único no mundo. Recomendo comprá-los em um lugar de confiança e altíssima qualidade, para se ter certeza de que não está comprando “gato-por-lebre.”Além do que eles despacham para o mundo todo.Bukhara Bukhara Bukhara

BUKHARA SILK CARPETS  Fica na Hodja Nurobod Street e todo mundo conhece. Email: [email protected] Tel: +99890 513-48-24 e procure a dona Sabina.

PASSEIOS:

FORTALEZA DE ARK Antigo centro do sistema estatal de Bukhara de 1747 até 1920, foi utilizada como Mesquita, Tesouraria governamental, Palácio do Emir, Escritório e cárcere. Mas sua construção é muito anterior a isso, datada por volta do século V.  A fortaleza vista de fora realmente impressiona. Ela pode e deve ser visitada, inclusive com um pequeno museu bem interessante lá dentro.Bukhara Bukhara Bukhara 81Bukhara

 

ZINDAN Na direção nordeste de Ark está conservado o edifício do cárcere medieval de Bukhara. A alta estrutura representa a fortaleza muito bem reforçada e onde hoje está o museu estatal, que vale à pena ser visitado. O cárcere consistia em duas partes: na primeira, os detentos ficavam em celas, situadas em alguns pátios internos. A segunda, as condições eram bem pesadas, os criminais ficavam em um poço bem profundo e a comida era entregue através de cordas. Duas vezes ao mês, os detidos acorrentados tinham direito de sair e se apresentavam ao Amir de Bukhara e seu destino era decidido.Bukhara

MAUSOLÉU DOS SEMANIDOS Datado do século IX-X e construído por Amir Ismail e doado ao pai Nasr I, serviu de mausoléu para sua família. Sua decoração é de uma perfeição inacreditável. Colunas arcaicas nas esquinas e protegidas pelos signos dos “quadrados mágicos”, que mostra o plano simbólico do mausoléu e do mundo, que encarna o modelo harmonioso : o círculo, o céu, o quadrado, a terra e as asas.Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara

MINARETE KALYAN Símbolo principal da Bukhara Sagrada. Há cerca de 1.000 anos (foi construído em 1127), esta torre sagrada domina Bukhara, declarando a grandeza da fé islâmica. Foi o único monumento que Genghis Khan não destruiu na cidade. Dá para subidos 45,6 metros ( um dos mais altos do mundo ) e apreciar a bela vista da cidade.Bukhara

Aos pés do famoso minarete encontra-se o conjunto central religioso de Bukhara.Bukhara

MESQUITA KALYAN Construída no século XV e funciona até hoje como a principal mesquita de Bukhara com capacidade de até 10.000 pessoas. Foi um dos lugares que mais me marcaram nesta viagem, senti uma paz encantadora ali.Bukhara Bukhara Bukhara BukharaBukhara Bukhara BukharaBukhara Bukhara

MADRASSA MIRI-ARAB Em frente à mesquita Kalyan está situada a madrassa ativa Miri-Arab. Este é um dos estabelecimentos de educação mais respeitados pós-soviético. Foi construído em 1535 e funcionou por 5 séculos inteiros, muito impressionante.Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara 201

MADRASSA ULUGUBEK Foi a primeira de três madrassas construídas pelo neto de Amir Timur, Mirzo Ulugbek. As outras duas foram construídas em Samarkand e Gizhduvan.Continuando as tradições de seu avô, Ulugbek protegia a ciência e a educação. Seu nome foi glorificado para sempre no observatório astronômico do século XV em Samarkand. A inscrição na porta de entrada diz: “Aspiração e conhecimento é a obrigação de cada homem e mulher muçulmano.” Sua construção foi terminada em 1420 e é belíssima.Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara

MADRASSA ABD AL-AZIZ-KAN Construída em 1651 por Abd al-Aziz-kan, este kan obteve fama pela vitória sobre o Grande Império Mugal indiano. Construindo a madrassa, ele seguiu as tradições dos kans de Bukhara, onde deixaram novos estabelecimentos islâmicos de ensino. Muitos desenhos de árvores nos mosaicos, fazem desta fachada única.Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara

Dentro da madrassa, várias lojinhas de artesanato com coisas lindas!Bukhara Bukhara

 DOMUS DO COMÉRCIO Bukhara medieval foi uma grande cidade comercial que aceitava os comerciantes de todas as regiões da Ásia Central, Iran, Índia, Russia e China. Ali haviam grandes centros comerciais e caravanas. As ruas principais do centro cumpriam papel dos mercados, cada um vendendo certo tipo de produto.Bukhara

MESQUITA MAGOKI-ATTARI  Localizada no centro de Bukhara esta antiquíssima mesquita na Alta Idade Média fazia parte do complexo de mercados EL MOH. As escavações dentro da mesquita revelaram objetos e peças decorativas datadas do século X e possivelmente esta é a mesquita mais antiga da cidade.Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara

MESQUITA NAMAZGON Ao sul de Bukhara medieval, está a mesquita mais antiga e bem conservada da cidade. Era usada somente em dias de festa muçulmana. As orações de festa se faziam com a participação dos governadores da cidade. Bukhara BukharaBukhara Bukhara

Ali eu encontrei esta menina linda, sozinha, passeando…Bukhara BukharaBukhara

MESQUITA BOLO-HAUZ Uma composição clássica de uma mesquita da Ásia Central. Edifício invernal de 1712 com teto ornamentado e colunas de madeira, um pequeno minarete. Fica na Praça Registan em frente a entrada da fortaleza Ark.Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara

CHOR-MINOR O nome Chor- Minor que significa “Quatro Minaretes, é o nome de uma madrassa insólita construída em 1807 construída pelo rico comerciante Turcomenistão Half Niyazkul. A madrassa inclui um pátio pequeno e com sua piscina de pedra. Se aspecto especial está na construção de seus quatro minaretes nas esquinas. Acredita-se que sua inspiração tenha sido a mesquita grandiosa indiana em Haydarabad, construída no final do século XVI por Akbar. Acredita-se que Half Niyazkul tenha visto essa maravilha na Índia e pediu para os arquitetos de Bukhara repetí-la em miniatura.BukharaBukhara Bukhara Bukhara

LYABI-HAUZ O lugar mais popular dos habitantes e turista de Bukhara. Uma praça grande com a maior piscina medieval bem no centro da cidade. Construída em 1620, aqui é onde estão hoje vários restaurantes e muito comércio, com várias lojinhas espalhadas pela região.BukharaBukhara

KHANAKA E MADRASSA DE NADIR DIVAN-BEGHI Foi o lugar das meditações do Sufi por longas décadas e está localizado em frente a piscina de Lyabi_Hauz. Com belíssimo adorno na fachada com figuras de pássaros fantásticos e cervos, é o destino escolhido para as noivas fazerem suas fotos de casamento.Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara

SITORAI-MOHI-HOSA Chamado de “A Estrela refinada da Lua”, foi a residência de campo de Amires de Bukhara. O palácio está situado a 4 km ao norte da cidade. Foi construído ao fim do século XIX e levou cerca de 20 anos para ficar pronto. Foram enviados arquitetos à Russia para estudar a arquitetura e nitidamente se observa a semelhança com o famoso Palácio da Catarina em São Petersburgo.Bukhara Bukhara bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara Bukhara

Em Bukhara fiquei hospedada nos 3 estrelas Omar Khayyam, mas super limpo e muito bem localizado. Em compensação, foi o melhor café da manhã da viagem! Como disse anteriormente, a hotelaria nesta região deixa muito a desejar…Bukhara

Fotos Flavia Pires, todos os direitos reservados.

Explore também:

Traduza